quarta-feira, 6 de julho de 2016

Cristão bom é cristão morto




Os ateus militantes que mais expressam ódio contra Deus e contra os cristãos são justamente aqueles que se dizem ex-religiosos.  Eu sempre tive curiosidade de saber o porquê disso.
Isso não parece ter lógica alguma, visto que o esperado de uma pessoa que está perdendo a fé é ir se afastando gradualmente de qualquer assunto ligado à religião. No entanto o que observo é justamente o oposto: esses indivíduos se enredam numa militância cada vez mais ativa e cheia de ódio contra os cristãos. Parecem até que estão ressentidos com alguma coisa. Muitos deles não ficam nenhum dia sequer sem entrar em redes sociais para ofender os religiosos. Gastam boa parte de suas vidas nesse ativismo.
Aparentemente se sentem bem em humilhar os religiosos, como se isso gerasse neles uma sensação de prazer doentio.
É realmente muito difícil entender o que se passa na mente de um neoateu.  É como se ele sentisse uma necessidade desesperada de se autoafirmar como ateu, enquanto seu subconsciente grita por Deus.
Acho que a resposta é essa: conflito interno.  

Sem comentários:

Enviar um comentário